APRESENTAÇÃO

 

O WORKSHOP DE SEGURANÇA E SAÚDE ocupacionao

A mentalidade de risco é essencial para se conseguir um sistema de gestão eficaz. O conceito de mentalidade de risco sempre esteve implícito nas Normas de sistemas de gestão quando da realização de ações preventivas para eliminar não conformidades potenciais, analisar quaisquer não conformidades que ocorram e realizar ação para prevenir recorrências que sejam apropriadas aos efeitos da não conformidade.

Ciente de que o  risco é o efeito da incerteza, a sua abordagem e oportunidades estabelecem uma base para o aumento da eficácia dos sistemas de gestão das organizações conseguirem resultados melhorados e para a prevenção de efeitos negativos.

Oportunidades podem surgir como resultado de uma situação favorável a obtenção de um resultado pretendido, de circunstâncias que possibilite às organizações atrair clientes, desenvolverem novos produtos e serviços, reduzir desperdício ou melhorar produtividade.

Uma ferramenta eficiente para as organizações evidenciarem a mentalidade de risco pode ser Análise de Risco (método HAZOP).

O termo HAZOP origina-se do inglês “Hazard and Operability Study”. uma técnica projetada para análise preliminar de riscos , baseada na técnica definida e usada pelos militares nos programas de segurança de seus sistemas. Evidenciou-se que a metodologia HAZOP é altamente eficiente em relação ao custo, na fase de desenvolvimento de todos os sistemas militares perigosos, inclusive as plantas de processo. É também possível usar a análise em questão para anteceder outros métodos mais detalhados de identificação de riscos a serem utilizados em outras oportunidades no decorrer do desenvolvimento do processo. Ela não exclui a necessidade de outros tipos de avaliações de riscos. Ao contrário, é uma precursora de outras análises que as organizações implantaram nos sistemas de gestão.

Os profissionais competentes devem estar atentos que os riscos migram de um setor para outro, e podem mudar para uma nova categoria de risco a qualquer momento. Por isso a análise de riscos empresariais e corporativos tem destaque importante nas normas de sistemas de gestão e principalmente em coletar evidencias objetivas que possam compor a analise de risco.

A análise preliminar de riscos é importante para respaldar as organizações e as partes interessadas (clientes, proprietários e pessoas na organização) conscientizando de quem não estiver em conformidade estará fadado ao insucesso.

INFORMAÇÕES GERAIS

 
Objetivo

18h20min às 18h30min – Acolhida ao público

18h30min às 18h35min – Abertura (Boas vindas) - Professor Bruno F. R. dos Santos –  Presidente do IBQ

18h35min às 19h50min - Início da palestra – Professor Leonardo Nogueira – MSc Engenharia Ambiental

19h50min às 20h25min - Abertura para dúvidas e questionamentos do público 

20h25min às 20h30min - Encerramento da palestra

Certificado
Aos alunos que completarem o curso será fornecido um certificado de participação emitido pelo CREA-RJ e IBQI. 

​Segurança da informação

Durante as aulas do curso não serão permitidas gravações ou filmagens de qualquer tipo.

Investimento

R$ 1.230,00 
 

INSTRUTORES

Gerardo Portela da Ponte Junior, Doutor em Gerenciamento de Riscos e Segurança Offshore pelo Departamento de Engenharia Oceânica da COPPE - Universidade Federal do Rio de Janeiro, com etapas na California State University - USA (Fatores Humanos) e na University of Strathclye - Glasgow, Escócia (Escape e Abandono). Mestre em Gestão Tecnológica e Qualidade. Especializações em Engenharia Nuclear (Operador de Reator Nuclear de Potência e de Pesquisa), Engenharia Offshore (Projetista de Sistemas de Segurança para Plataformas de Petróleo), Engenharia Industrial (Construção Naval, Siderurgia), Engenharia Mecânica (Construção e Montagem de Sistemas de Segurança Aeroportuária). Formado em Técnico em Mecânica pelo CEFET-RJ. Professor da UFRJ COPPE nos cursos de Pós Graduação de Segurança Offshore, Professor de Fatores Humanos e Confiabilidade Humana na Universidade Petrobras.  Engenheiro da Petrobras, mas com efetiva atuação profissional no mercado de engenharia há mais de 30 anos nas áreas de Gerenciamento de Riscos, Fatores Humanos e Gestão Tecnologica.